Seja bem-vindo
,16/07/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Em busca de recuperação, seleção japonesa enfrenta o Myanmar na estreia da Copa da Ásia Feminina

As Nadeshiko procuram manter hegemonia recente na competição e apagar a má campanha feita nas Olimpíadas


Em busca de recuperação, seleção japonesa enfrenta o Myanmar na estreia da Copa da Ásia Feminina

A seleção feminina do Japão entra em campo nesta sexta (21/01) diante de Myanmar em sua estreia na Copa da Ásia Feminina, que acontece na Índia. A competição pode servir para espantar a má fase vivida pelas Nadeshiko nos últimos tempos. Campeã mundial em 2011, a seleção comandada atualmente pelo técnico Futoshi Ikeda não vem tendo bons rendimentos nas últimas competições que tem disputado.

Cotada como uma das grandes favoritas para o título no Mundial de 2019, as Nadeshiko conquistaram apenas uma vitória na fase de grupos e sofreram para conseguir a classificação nas oitavas, onde foram eliminadas pela Holanda.

Já nas Olimpíadas de Tóquio, o Japão chegava mais uma vez como favorito, ainda mais pelo fato da competição ser disputada em sua casa. Porém, não foi o que aconteceu. As anfitriãs sofreram mais uma vez na fase de grupos, conquistando apenas uma vitória e penando para garantir vaga nas quartas, se classificando apenas como uma dos terceiras melhores colocadas. As Nadeshiko acabaram sendo eliminadas nesta fase pela Suécia.

Toda essa má fase culminou na saída da treinadora Asako Takakura que não suportou a má campanha feita pelas Nadeshiko nas Olimpíadas e não teve o seu contrato renovado. Para o seu lugar a JFA chamou Futoshi Ikeda, ex-treinador da seleção feminina sub-19 do Japão.

A Copa da Ásia Feminina de 2022 pode se tornar numa grande chance para a seleção japonesa reconquistar sua confiança e espantar a má fase. Campeãs nas últimas duas edições, as Nadeshiko chegam como uma das principais favoritas ao título e, consequentemente, manter a hegemonia recente na competição.

Porém, o técnico Futoshi Ikeda, recém chegado ao comando técnico da equipe, terá um grande desfalque para a estreia. A atacante Mana Iwabuchi, uma das principais jogadoras do elenco, foi diagnosticada com Covid- 19 logo após a sua chegada á Índia e ficará de fora do confronto de estreia diante da seleção do Myanmar. 



Provável Escalação do Japão


YAMASHITA;

SHIMIZU, KUMAGAI, MINAMI, TAKARADA;

MIYAZAWA, HAYASHI, NAGANO, HASEGAWA;

TANAKA (UEKI) e SUGASAWA.

T: Futoshi Ikeda



Como chegam as adversárias

As Leoas Asiáticas, como são chamadas as atletas de Mianmar, voltam a disputar o torneio depois de 8 anos. Participaram em 4 edições e sempre foram eliminadas na primeira fase. Recentemente, passou a receber um investimento maior por parte do governo e vêm melhorando seu desempenho gradativamente.

O principal destaque da equipe é a atacante Win Theingi Tun, recordista de gols marcados da seleção de Myanmar com 53 tentos anotados em 55 jogos disputados. 

A bola rola a partir das 05:00hs (horário de Brasília) e você acompanha tudo no twitter do Japão FC.






COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.